Clínica Dentária | Odontológica MultiOral - Saúde e Estética Oral


  Contato : (21) 2247-0236

Saúde bucal pode amenizar efeitos de quimioterapia

Pacientes que precisam recorrer a químio e radioterapia devem estar atentos à saúde bucal antes e durante todo o tratamento. Segundo o Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp), pacientes com câncer sofrem com problemas bucais causados pelos efeitos colaterais do tratamento e, portanto, os cuidados com a higiene da boca devem ser ainda mais rigorosos.

Isso acontece, pois pacientes oncológicos sofrem uma queda na imunidade e podem desenvolver problemas como mucosites, cáries, candidíase (sapinhos), herpes e inflamações nas glândulas salivares que reduzem a produção de saliva, causando xerostomia (boca seca). Além de provocar desconforto e dificuldades para comer e falar, o problema da boca seca é prejudicial, pois a saliva ajuda no combate às bactérias. Todos esses problemas podem ser amenizados se o paciente procurar o auxílio de um profissional especializado que pode indicar medidas preventivas e tratamentos que contribuirão para o bem-estar do paciente.

Foi o que aconteceu com a advogada Marcela Couto que acompanhou o tratamento da sua mãe em um hospital do Rio de Janeiro.

“Eu senti falta de conhecimento ou interesse das equipes de enfermagem e médica para a questão da boca seca e diminuição do fluxo salivar. No caso da minha mãe, ela teve uma xerostomia branda, que não causou nenhuma lesão na boca, mas o desconforto de sentir a boca seca e a conseqüente dificuldade de falar normalmente era insuportável. Comer também teria sido muito difícil, mas naquele momento, ela estava no CTI e recebendo alimentação endovenosa. Foi quando eu conversei com um dentista e pedi autorização à equipe médica para usar a saliva artificial. Foi preciso ensinar às enfermeiras como aplicar. Foi um alívio imediato e a uma alegria dela foi inesquecível: tão simples e tão importante!” Comemora Marcela.

A saliva artificial foi desenvolvida para ajudar os pacientes que sofrem com a xerostomia. Ela possui uma ação lubrificante e é composta pelos mesmos componentes da saliva humana. No mercado brasileiro existem duas opções do medicamento: Salivan® e Biotene®. Além disso, ele pode ser produzido em farmácias de manipulação através de fórmulas desenvolvidas pelo próprio dentista.

Para a especialista em endodontia Dra. Anelise Valente, integrante da equipe de dentistas da Multi Oral, que atualmente cursa estomatologia pelo Hospital Central da Aeronautica, “muitos pacientes em processo químio e radioterápicos sofrem alguns dos seus efeitos colaterais sem o conhecimento de que estes poderiam ser amenizados com o auxílio de um dentista. O cuidado com a saúde bucal durante o tratamento contra o câncer é essencial para evitar infecções indesejáveis e melhorar a qualidade de vida do paciente”.

Fontes:

Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp)

Estadao.com.br/saude

Odontologika.uol.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp