Clínica Dentária | Odontológica MultiOral - Saúde e Estética Oral


  Contato : (21) 2247-0236

Post-multioral-0609

O que provoca a perda dentária?

Desde crianças, aprendemos o papel importantíssimo que o sorriso exerce em nossas vidas. 

Por isso, é comum vermos pais e responsáveis ensinando e estimulando a garotada a respeito da higiene bucal. No entanto, seja por desconhecimento ou desatenção, vemos idosos, adultos e até mesmo jovens que sofrem com a perda dentária. 

Neste blog, listamos alguns fatores que explicam o problema. Vamos lá?

Má higienização dos dentes

Sem dúvida, o principal fator de risco para a perda dentária é a má higienização. Uma higiene bucal insuficiente, isto é, com escovação ruim, e a falta de uso do fio dental, abrindo espaço para o surgimento das cáries, enfraquecem as raízes dos dentes e podem levar à queda. 

Periodontite

Outro fator ligado diretamente à má higiene bucal é a periodontite. A periodontite é o estágio mais avançado da inflamação nas gengivas. Conforme se agrava, ela danifica o tecido gengival e torna os dentes mais fracos e soltos, deixando-os mais sujeitos a caírem. 

Como não provoca dor aguda, é comum que o paciente não dê a devida atenção ao problema. Os sintomas iniciais envolvem o sangramento nas gengivas e um leve incômodo durante a escovação. 

Hábitos diários 

Alguns hábitos ou vícios também podem favorecer a perda dentária. Entre eles, podemos citar: 

Hábito de fumar: além de ser prejudicial para o organismo em si, o fumo faz muito mal à saúde dos dentes. Isto ocorre pois as substâncias contidas no cigarro enfraquecem as defesas do organismo, favorecendo o surgimento da periodontite, que já citamos por aqui, além de tornar a pessoa mais propensa a desenvolver o câncer de boca, que tem parte considerável dos seus casos relacionados a fumar ou beber. 

Consumo exagerado de açúcar: o açúcar é o alimento “preferido” das bactérias que temos em nossa boca, que se desenvolvem e podem levar a cáries e outros problemas. Alimentos ácidos e frutas cítricas consumidas em excesso também podem ocasionar o problema

 Baixa frequência de visitas ao dentista

Não poderíamos fechar este blog sem citar este tópico. Muitas pessoas só procuram o dentista ao sentirem alguma dor ou desconforto mais sério. No entanto, o profissional está ali também para ajudar na prevenção e no diagnóstico precoce de problemas mais sérios, evitando, assim, a perda dentária. Por isso, é recomendável pelo menos uma consulta a cada seis meses, para uma análise da estrutura bucal como um todo, além de uma limpeza mais profunda. 

Conclusão

O objetivo principal deste blog foi mostrar que a perda dentária pode ser evitada se determinados cuidados forem tomados. A odontologia evoluiu muito e hoje é possível tratar uma série de problemas sem que se opte pela extração de um dente com algum dano. Consulte o seu dentista e cuide do seu sorriso! 

Sobre a Multi Oral

Conte com a Multi Oral para cuidar e transformar os sorrisos de toda a sua família. Estamos localizados em Ipanema, coração do Rio de Janeiro, e contamos com uma equipe altamente capacitada, oferecendo o que há de melhor em tratamentos odontológicos para nossos pacientes. Clique aqui e saiba mais sobre nós!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp