Clínica Dentária | Odontológica MultiOral - Saúde e Estética Oral


  Contato : (21) 2247-0236

ilustração que simula a colocação de um implante

Mitos e Verdades sobre Implantes e Próteses dentárias

É normal ter uma série de dúvidas a respeito de qualquer procedimento odontológico. Além do aspecto funcional, muitos deles envolvem a sensação de autoestima e também de bem-estar. É o caso dos implantes e das próteses dentárias, que proporcionam a renovação do sorriso a quem muitas vezes se sentia envergonhado e constrangido ao falar ou comer em público. Aqui vamos apresentar mitos e verdades sobre Implantes e Próteses Dentárias. Mas antes, uma breve explicação sobre cada um deles:

Como funcionam as próteses dentárias?

Existem 5 tipos: prótese total (mais conhecida como dentadura), prótese parcial removível, prótese parcial fixa, prótese flexível e ainda a prótese sobre implantes. O dentista analisará a situação da arcada do paciente e recomendar a melhor solução.

E o implante dental?

O implante age substituindo a raiz de um dente natural. É feito a partir de uma peça de titânio, que servirá de pino para a colocação do dente. Depois disso, é colocado um extensor do pino, onde será fixada a coroa, a parte superior do dente.

Vamos aos mitos e verdades? Aqui estão:

3 mitos sobre a prótese dentária

  1.  Não é possível falar ou comer naturalmente com a prótese.

    Mito! É natural que exista um tempo de adaptação (normalmente, cerca de um mês) com a prótese, mas não é algo definitivo. Com o passar das semanas, tanto a pronúncia quanto a alimentação poderá ser feita normalmente.

  2.  Próteses dentárias são sempre artificiais

    Outro mito. A tecnologia evoluiu muito ao longo dos anos e buscam reproduzir a anatomia da arcada do paciente, além de tamanho, cor e formato dos dentes, sem contar o tom da gengiva.

  3.  Próteses duram para sempre

    Mito também. Embora sejam altamente resistentes, é recomendável a manutenção periódica preventiva para que a durabilidade seja aumentada e manter a atenção com a higiene bucal.

3 verdades sobre as próteses dentárias

  1.  O paciente precisa continuar visitando o dentista: 

    Sim, mesmo no caso das próteses totais, recomenda-se a visita regular ao dentista de seis em seis meses, para acompanhamento e correção de eventuais problemas. A manutenção periódica preventiva é fundamental.

  2.  A higiene bucal continua sendo importante: 

    Com toda certeza! Além da escova e do fio dental, as próteses totais devem ser retiradas diariamente para uma limpeza completa.

  3. Próteses exigem produtos especiais:Sim, mais uma vez, no caso das próteses totais, é importante o uso de pastas de dentes e/ou produtos efervescentes específicos, que serão recomendados pelo seu dentista.

 

Chegou a vez de falarmos sobre os implantes dentários! Primeiro, os mitos:

3 mitos sobre os implantes dentários

  1. O organismo pode rejeitar o implante: 

    Negativo! O organismo não pode rejeitar o implante. Como dito acima, os implantes são produzidos com titânio, material que é inerte ao osso. Algumas reações podem ocorrer na cirurgia ou durante o pós-operatório, mas não se trata de rejeição.

  2. É possível fazer implantes dentários sem NENHUM corte

    Existem técnicas menos invasivas, por não realizarem cortes exploratórias na gengiva. No entanto, é feito um corte pequeno, por onde passará o implante. Neste processo, a cirurgia é projetada no computador através de uma tomografia tridimensional da arcada dentária do paciente e softwares específicos. Isso diminui consideravelmente as chances de erro,e evita que o cirurgião-dentista precise cortar toda a extensão da gengiva do paciente para examinar o osso e escolha os locais para a perfuração e a colocação do implante.

  3.  A cirurgia para implantação dos dentes é muito dolorida:

    Outro mito! Todo o procedimento é feito com o paciente anestesiado, para que não sinta nenhuma dor. Alguns incômodos podem existir, mas são pequenos e podem ser controlados com analgésicos. O pós-cirúrgico de um implante pode ser mais tranquilo do que a extração de um siso, por exemplo.

Pra finalizar, chegamos às verdades sobre os implantes dentários:

  1. Pacientes fumantes correm um maior risco de perder o implante 

    Sim. As substâncias contidas no cigarro prejudicam o tratamento e aumentam o índice de insucesso cirúrgico. Um período de abstinência por pelo menos 15 dias anteriores ao dia da cirurgia e 3 semanas posteriores à mesma são recomendados para melhorar o prognóstico de implantes ósseo-integrados instalados em pacientes fumantes.

  2. Quando perdemos um dente, quanto antes se fizer o implante, melhor.

    Verdade. Após a perda do dente, ocorre um processo de reabsorção óssea que, dependendo do tempo esperado pode atrapalhar a instalação do implante. Quando isso acontece, pode ser necessário fazer um enxerto ósseo, o que torna o tratamento mais demorado. 

  3. É possível fazer o implante de todos os dentes.

    Sim. Neste tipo de processo, são utilizadas próteses fixas onde, por exemplo, dois implantes são suficientes para repor três dentes lado a lado. Porém, é imprescindível a avaliação do cirurgião-dentista para definir a opção mais indicada em cada caso.

Agora você já sabe um pouco sobre os mitos e verdades sobre implantes e próteses dentárias! Se interessou pelo assunto? Confira outros conteúdos do nosso blog e visite a Multi Oral para escolher o tratamento mais adequado pra você!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp